Cresça Mais

O conhecimento torna tudo mais simples (Série: Simplicidade Ep. 5-6)

O conhecimento torna tudo mais simples. Algo que seja tão simples quanto ensinar um conceito básico a uma outra pessoa parece banal em comparação com gerenciar uma cadeia complexa de abastecimento ou programar um super computador.

Operar um parafuso é enganosamente simples. Basta encaixar as ranhuras no topo da cabeça do parafuso à ponta apropriada – com ranhuras ou Phillips – de uma chave de fenda. O que acontece em seguida não é tão simples, como você pode ter observado ao ver uma criança ou um adulto completamente distraído, girando a chave de fenda na direção errada.

“Manusear um parafuso não é tão simples quanto parece. E é um objeto aparentemente simples.”

Assim, embora o parafuso tenha uma concepção simples, você precisa saber em que sentido deve girá-lo. O conhecimento torna tudo mais simples. Isso é verdadeiro para qualquer objeto, não importando o nível de dificuldade. O problema com o fato de gastar tempo para aprender uma tarefa é que você, com frequencia, sente que está perdendo tempo, violando a terceira Lei . Estamos todos cientes da abordagem que fazemos quando compramos algo: “Eu não preciso de instruções, deixe-me apenas fazê-lo”. Mas, na realidade, esse método normalmente leva mais tempo do que seguir as instruções do manual.

Algo que seja tão simples quanto ensinar um conceito básico a uma outra pessoa parece banal em comparação com gerenciar uma cadeia complexa de abastecimento ou programar um super computador. No entanto, qualquer um que tenha tentado ensinar uma criança a tarefa aparentemente banal de amarrar o cadarço do tênis pode suspeitar que escrever o código para o algoritmo que ordena as páginas do Google seja mais fácil.

Em seu livro Maeda explica e cria um conceito que se baseia no seguinte:

  • Básico é o início de tudo.
    • Assumir a posição do aprendiz de primeira viagem.
  • Repita-se com frequência.
    • Simplicidade e repetição estão relacionadas: “Simplicidade, simplicidade, simplicidade” – Slogan utilizado por Bush, durante sua campanha política.
  • Abstenha-se de se desesperar.
    • As vezes a reação que causamos ao ensinar algo não são sempre: “uau” e podem virar um “ué”… Não devemos nos desesperar.
  • Inspire-se com exemplos.
    • É o catalisador fundamental para a aprendizagem: A motivação interna triunfa sobre a recompensa externa.
  • Nunca deixe de se repetir.
    • Repetir, repetir e repetir.

Juntando todas as primeiras letras do conceito acima temos: BRAIN (Cérebro em inglês).

Assim, seguindo estes conceitos entendemos o quão importante conhecer algo o torna fácil de ser utilziado.

Ainda não leu o último episódio? Leia aqui.

modelo 2

 

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s